FALE CONOSCO

Entre em contato com a JK Capital. Ligue-nos ou preencha o formulário abaixo.

Av. Nove de Julho, 4939 - 1º Andar - Conj. 14A São Paulo - SP - BraSil - 01407-100

contato@jkcapital.com.br

+55 11 5184-6970

TRABALHE CONOSCO

Valorize o seu conhecimento e experiência profissional. Faça parte da nossa equipe!

ENVIE SEU CV

Cadastro positivo começa a valer

25/12/2013

 

 

O cadastro positivo começa a valer hoje em todo o país. A partir de agora, quem paga as contas em dia pode pedir que seu nome faça parte de um banco de dados que fica à disposição do mercado para consulta. A explicação para os altos juros cobrados em empréstimos e financiamentos é o risco de calote. Hoje, a taxa de inadimplência no país é de 7,5%, segundo o Banco Central.

 

Até agora no país só existia o cadastro negativo. Se o nome de alguém estiver na lista de devedores, um eventual pedido de crédito pode ser negado. O cadastro positivo organiza o histórico de pagamentos. Com isso, bancos e comércio saberão quem é bom pagador, o que pode permitir melhores condições de negociação.

 

A partir de agora, o governo, os bancos e os economistas esperam que os juros diminuam porque o mercado vai ter informações mais seguras sobre a capacidade financeira das pessoas.

 

O cadastro positivo é o registro da pontualidade do pagamento das contas: crediário, financiamento, água, luz, telefone. Até TV a cabo. A adesão é opcional. O consumidor tem que autorizar o uso das informações pelo sistema financeiro que é responsável pelo sigilo dos dados.

 

José Kobori, professor de finanças, acredita que a redução dos juros por causa do cadastro positivo só deve acontecer a longo prazo. A adesão vai depender de dois fatores. “A privacidade e a redução dos juros. Se ele não acreditar que isso vai acontecer, eu acho que existe uma probabilidade muito grande de que isso não vá para frente”, explica ele.

 

A gerente de projetos de tecnologia Carolina Ferraz sempre se organizou para pagar as contas em dia. As faturas quitadas são arquivadas e depois o controle vai para uma planilha no computador. “Ajuda a gente a saber o que pode gastar, o que não pode gastar, quanto vai investir”, fala. Ela pretende aderir ao cadastro positivo se realmente perceber que vai ter benefícios. “As pessoas que fazem tudo certo não têm benefício algum. Ta na hora de ter.”

 

Para participar, o consumidor precisa fazer um cadastro gratuito em instituições como o SPC e o Serasa.

 

Veja também em Jornal Hoje

 

Share on Facebook
Share on Twitter
Please reload

Destaques

I'm busy working on my blog posts. Watch this space!

Please reload

Notícias Recentes
Please reload

Arquivo
Please reload

Siga
  • Facebook Basic Square
  • Twitter Basic Square
  • Google+ Basic Square